economia 12/08/2015 às 16:57

Jovens empreendedores investem no meio rural em Santa Catarina

Incentivos do Governo do Estado impulsionam atividades e garantem permanência de jovens no campo.

Elizabeth Buss, 19 anos, abriu uma fábrica de bolachas artesanais em de São Bonifácio, resgatando receitas antigas da família. Rodrigo Ressel, 20, ajudou os pais no processo de transição da atividade de fumo para a produção leiteira da propriedade de Papanduva. Matheus Gurke, 24, montou um plano de negócio que garantiu recursos públicos para uma nova estrutura para cultivo de verduras na fazenda da família, em Riqueza, no Extremo-Oeste do Estado.

 

Essas são apenas algumas das histórias dos mais de mil participantes do Encontro de Jovens Empreendedores do Meio Rural, realizado nesta quarta-feira, 12, em Lages, na Serra Catarinense.

 

Presente na abertura do evento, o governador Raimundo Colombo destacou a força do agronegócio catarinense e a tradição das propriedades familiares. "O maior trunfo de Santa Catarina é o seu povo, seus valores comunitários, nosso modelo de desenvolvimento. E hoje estamos comemorando e renovando os nossos projetos que preservam esse modelo. Temos fortes ações para manter os jovens produtores no meio rural, medidas que ao mesmo tempo conservam e valorizam nossas tradições e qualificam e preparam nossos jovens para os novos desafios", destacou Colombo. "O fato de hoje vermos mais de mil jovens aqui reunidos, com tanta motivação e energia, nos mostra que estamos no caminho certo, garantindo aumento de produtividade e agregando valor aos nossos produtos", avaliou o governador.
 

Os incentivos do Governo do Estado aos jovens empreendedores buscam combater o histórico problema do êxodo rural e o envelhecimento da população do campo. Na década de 1950, 77% da população total de SC estava no meio rural. Hoje são apenas 16%. Por meio de capacitação técnica, os programas catarinenses estimulam a liderança, o espírito empreendedor e a sustentabilidade dos jovens, desenvolvem iniciativas que agreguem valor aos produtos catarinenses e inserem os produtores no mundo digital.

Notícias Relacionadas