politica 04/04/2018 às 21:09 - Atualizado em 04/04/2018 às 21:16

Se alguém pedir vistas, salvo-conduto para Lula deve ir a voto novamente

Para isso bastaria que a Procuradora Geral, Raquel Dodge ou mesmo o relator, Edson Fachin, solicitasse uma nova votação.

Com a iminência de um pedido de vistas de Marco Aurélio de Mello para parar o julgamento, o salvo-conduto para Lula deve ir a voto novamente.

Bastaria que a Procuradora Geral da República, Raquel Dodge, ou mesmo o relator da matéria, Edson Fachin, fizesse o pedido.

Dado o voto da Ministra Rosa Webber, dificilmente ela concederia o salvo-conduto novamente.

Segundo um jurista ouvido pelo SulConnection, a tendência seria de um 6 a 4 pela negação do salvo-conduto.

E mesmo com as vistas, Lula poderia ser preso amanhã.

Notícias Relacionadas