politica 04/04/2018 às 20:10

Rosa Webber faz caminho inverso de Gilmar e muda de opinião pelo fim da impunidade

Ministra nomeada por Dilma Rousseff nega pedido de Habeas Corpus de Lula e praticamente sacramenta o caminho para a prisão do ex-Presidente.

Rosa Webber tem sido bastante elogiada nos meios jurídicos por sua atuação. Se no início de sua mlitância no Supremo Tribunal Federal ela era criticada pela insegurança, faz algum tempo que vem sendo elogiada pela moderação. Avessa aos holofotes e ao picadeiro que ministros como Gilmar Mendes transformaram o plenário, Webber tem se pautado pela coerência e também por se deixar convencer por votos divergentes. Mesmo derrotada, acaba acatando as decisões em seus despachos monocráticos.

Foi esta juíza técnica, discreta e convencida por argumentos corretos que votou hoje. Webber negou o Habeas Corpus e fez o caminho oposto ao de Gilmar Mendes. Enquanto o ministro nomeado por FHC e ex-inimigo de petistas mudou um voto recentíssimo pela prisão em 2ª Instância, fazendo um contorcionismo jurídico de dar inveja nos artistas do Cique du Soleil , Webber seguiu com o entendimento que mais tempo tem durado na Corte e também os parâmetros internacionais de execução de pena.

O placar está 4 a 1 pela negação do Habeas Corpus e conseqüente aplicação da pena.

Demorou, mas finalmente chegou o dia em que Diogo Mainardi poderá afirmar com precisão: Lula preso amanhã.

O Brasil que presta agradece profundamente à Rosa Webber.

Notícias Relacionadas