politica 04/04/2018 às 16:53

Alexandre Moraes destroça argumentos para livrar Lula e acabar com prisão em 2ª instância

Ministro mostra que entendimento atual, por prisão após 2ª instância vem desde 1989 e durou até 2009. Também desmonta tese de inchaço dos presídios.

Alexandre Moraes está destroçando os argumentos de Gilmar Mendes e dos defensores do PT na questão da prisão em 2ª instância. Ele faz um histórico da atuação do Supremo Tribunal Federal. 71% dos Ministros que atuaram na Corte desde a Constituição de 1988 consideraram que a prisão em 2ª instância estava correta.

Mais: Moraes historiou o impacto no número de prisões durante a vigência da prisão em 2ª instância. E mostrou com números que não houve aumento. Pelo contrário. Prendia-se mais sem a decisão do que com ela. 

Mas destacou um ponto fundamental: a prisão em 2ª instância fortaleceu enormemente o combate à corrupção.

E talvez esteja aí, e só aí, o grande combate.

Quem é a favor da corrupção não pode ser favorável à prisão em segunda instância. 

E vice-versa.

Notícias Relacionadas