politica 04/04/2018 às 15:26

Gilmar Mendes se considera oprimido pela mídia por cobrança pelo fim da impunidade

Ministro que recebe salário de mais de R$ 37 mil mensais e tem 88 dias de férias por ano considera opressão a cobrança pública.

Gilmar Mendes ainda está votando. Mas seu voto já mostra o quanto Ministros do Supremo Tribunal Federal se consideram cidadãos diferenciados, acima de quaisquer outros. Mendes atacou a mídia e disse que a cobertura que está sendo feita é opressiva. Tudo porque foi recordado de sua própria posição anterior pelo cumprimento da pena após condenação em 2ª Instância.

Tudo porque esta mesma imprensa relembrou que ele tem direito a 88 dias de férias.

Tudo porque a imprensa mostra que o Supremo está vivendo em um Universo Paralelo.

Oprimidos são os cidadãos brasileiros sem salários nababescos. Sem férias a perder de vista. Sem direito a tudo quanto é tipo de auxílio.

A postura de Gilmar explica a revolta do povo, os centenas de milhares nas ruas ontem e o apoio que o General Villas Bôas tem recebido.

Notícias Relacionadas