politica 22/03/2018 às 16:30

Por que Alvaro Dias é um bom candidato à presidência da República

* Opinião. Eduardo Bisotto. Diretor do Sul Connection.

O senador Alvaro Dias (PODE-PR) é apontado, pelas pesquisas de opinião, como um dos candidatos à presidência da República com maior potencial de crescimento. Com 43 anos na vida pública, Alvaro Dias tem conquistado o eleitorado que busca uma alternativa entre os extremismos da direita e da esquerda. No sul do País, ele passa de 20% das intenções de voto e é visto como uma pedra no caminho do tucano Geraldo Alckmin. No Paraná, segundo o último levantamento do Paraná Pesquisas, ele alcança 33,5% do eleitorado. Aparece em primeiro lugar na corrida presidencial no Estado.

Além disso, o senador tem o menor índice de rejeição entre todos os pré-candidatos à Presidência: 13%. É justamente por causa da baixa rejeição que Alvaro Dias tem, segundo analistas, grandes chances de conquistar mais eleitores. Ex-governador, Alvaro Dias deixou o governo do Paraná com 93% de aprovação popular, segundo o Datafolha. Também foi o senador mais votado do País, em 2014, com quase 80% dos votos dos paranaenses. Vale ressaltar que em recente pesquisa CNI-Ibope publicada sobre os predicados que os eleitores esperam do próximo Presidente, a experiência como Governador ou Prefeito foi considerada importante por 72% dos eleitores. Dias não só tem esta experiência, como saiu dela com altíssima aprovação.

Alvaro Dias assumiu, na última década, a liderança no combate à corrupção no Congresso. Sempre condenando as irregularidades dos governantes e os desvios de recursos públicos. Ele é autor de vários projetos que reduzem o número de parlamentares, que dificultam a corrupção e também é autor da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que acaba com o foro privilegiado para autoridades (deputados, senadores, juízes). A proposta já foi aprovada no Senado Federal, e é uma das principais bandeiras das manifestações populares. São todas pautas que encontram eco no eleitorado.

“O foro privilegiado é uma excrescência, e estabelece uma contradição, uma incoerência, porque o artigo 5º da Constituição afirma que todos somos iguais perante a lei. O foro impõe a ideia de que algumas pessoas são superiores às demais. Como se houvesse uma casta especial de privilegiados. Isto precisa acabar”, defende o senador.

Alvaro Dias também traz no currículo a luta contra privilégios. Ele abre mão do auxílio-moradia concedido aos parlamentares. Em um ano, a economia chega a R$ 66 mil, e durante todo mandato de oito anos, são R$ 528 mil economizados para os cofres públicos. Como parlamentar, ele também renunciou ao direito de receber a verba indenizatória de R$ 15 mil mensais, o que só em 2017 representou uma economia de R$ 180 mil. Também não recebe R$ 30,4 mil por mês, que é a aposentadoria de ex-governador a que ele teria direito há 20 anos. No ano passado, a renúncia passou de R$ 365 mil. Em 2017, o total de recursos economizados por Álvaro Dias foi de R$ 706 mil.

Como governador do Paraná, Alvaro Dias realizou importantes programas de obras e implantou uma grande reforma administrativa apoiada no tripé austeridade, moralidade pública e grau máximo de eficiência da prestação de serviços púbicos. Uma reforma que saneou as contas públicas e resultou na extinção de secretarias, órgãos e departamentos supérfluos; na venda de imóveis e veículos desnecessários; na demissão de funcionários fantasmas e no combate à corrupção. Também enfrentou uma batalha judicial para desmontar um cartel na licitação da obra da Usina de Segredo, promovendo uma economia de 100 milhões de dólares para o Paraná. Com o dinheiro economizado, construiu outra barragem no Rio Jordão e aumentou a capacidade de geração de energia da usina.

Essa experiência administrativa na gestão pública conta pontos. Segundo a última pesquisa Ibope, 72% dos eleitores disseram considerar fundamental que o candidato à presidência tenha sido governador ou prefeito. A maioria dos entrevistados também destaca que o presidenciável deve ter passado limpo e combata a corrupção. Ou seja, Alvaro Dias preenche todos os requisitos para ser um candidato à altura da expectativa da população brasileira. Depois de tantos traumas e escândalos de corrução a que o povo brasileiro foi submetido, os cidadãos precisam de alguém que acabe com o balcão de negócios na política e que devolva a vida que eles merecem.

Notícias Relacionadas