politica 04/01/2018 às 15:10

Perillo quer reunião entre governadores e ministro da Justiça para discutir situação do sistema carcerário

De acordo com a assessoria do governo estadual, a ministra deixou entendido que marcará a reunião em breve. No entanto a assessoria do Supremo informou não ter detalhes sobre o teor da conversa ou mesmo sobre a intenção de Carmen Lúcia. 

O governador goiano Marconi Perillo pediu para Carmen Lúcia, na condição de presidente do STF e do Conselho Nacional de Justiça, que agende uma reunião em breve com os governadores e o ministro da Justiça, Torquato Jardim, com a finalidade de discutir as atribuições dos governos federal e estaduais na busca de soluções para a crise do sistema carcerário.

Perillo solicitou a reunião na noite desta quarta-feira, dia 3, por telefone com a presidente do Supremo. De acordo com a assessoria do governo estadual, a ministra deixou entendido que marcará a reunião em breve. No entanto a assessoria do Supremo informou não ter detalhes sobre o teor da conversa ou mesmo sobre a intenção de Carmen Lúcia. 

A conversa entre os dois ocorreu na véspera do fim do prazo de 48 horas para que o Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) apresente ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) um relatório sobre as condições do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia (GO), na região metropolitana da capital do estado. Foi Cármen Lúcia quem decretou a entrega do relatório, e motivou uma comitiva encabeçada pelo presidente do TJ-GO, desembargador Gilberto Marques Filho, a vistoriar a unidade prisional, palco de uma rebelião que, na última segunda-feira (1), deixou nove detentos mortos e 14 feridos.

Com informações da Jovem Pan.

Notícias Relacionadas