politica 31/12/2017 às 12:28

Luciano Huck faz post patrocinado com tom político, mas jurou que não seria candidato

2017 foi um ano de acontecimentos estranhos, de tentativas de golpe e de um oportunismo elevado na imprensa e na política. Luciano Huck fez parte disso.

2017, o capítulo final:

Na manhã de hoje o apresentador Luciano Huck fez uma postagem desejando um bom ano novo. O post, que foi patrocinado, também tem um tom claramente político, apesar de ele ter dito que não seria mais candidato.

No final do mês passado, o apresentador publicou uma "carta de desistência", mas a carta, como bem informou este Sul Connection na época, não foi exatamente um exemplo de honestidade. Lá estavam todos os elementos de alguém que, na realidade, tentou forçar a barra com um discurso de pureza política sem precedentes.

Luciano Huck é irmão do fundador da página esquerdista Quebrando o Tabu, Fernando Grostein, que este ano esteve dando entrevista no programa de Pedro Bial, falando sobre temas de total interesse da extrema-esquerda. Não é por acaso que sua página defenda pautas desarmamentistas, ideologia de gênero e legalização das drogas. 

A esposa de Luciano Huck, a também apresentadora Angélica, é ativista pelo desarmamento civil há anos, muito embora não abra mão de andar com seguranças armados para proteger a si própria e sua família. O apresentador, por sua vez, anda ao lado de políticos com tanta frequência que até virou motivo de piada o fato de haver tantas fotos suas com figuras como Aécio Neves ou Sérgio Cabral.

É evidente que sua candidatura foi uma espécie de balão de ensaio. Ele teve o apoio da Rede Globo para, talvez, ser uma figura de teste. A ideia de que ele seja candidato a presidente agrada muita gente, especialmente entre os mais pobres, tudo em virtude de sua suposta filantropia. Em seu programa de TV ele ajuda pessoas com quadros como "Lata Velha", no qual uma equipe reforma carros velhos para pessoas que aceitam se expor em busca de ajuda. A situação é tão clara que existe até uma página no Facebook chamada "Ajuda Luciano", aonde colocam prints de pessoas que procuram o apresentador para pedir auxilio financeiro.

Embora tenha "desistido", está claro que ele não desistiu de verdade.

Notícias Relacionadas