politica 30/12/2017 às 14:59 - Atualizado em 31/12/2017 às 10:40

Ingratidão: 'Vítimas da sociedade' invadem casa de filha de Tarso Genro em Porto Alegre

Parece que os tempos estão difíceis para uma classe que defende bandidos, especialmente considerando que foi o ex-governador Tarso Genro que deteriorou a segurança pública no Rio Grande do Sul.

Filha de Tarso e irmã de Luciana, Vanessa Genro teve sua casa assaltada, em Porto Alegre, no bairo Medianeira, na Zona Sul da capital.

Conforme a polícia, os criminosos renderam os moradores no portão e invadiram a residência no começo da tarde. A Brigada Militar recebeu o aviso do assalto às 14h30min. Quando os policiais chegaram ao local, os assaltantes já tinham fugido. O próprio Tarso Genro acionou a polícia avisando do assalto.

A fuga do local teria ocorrido com um Fiat Uno verde. Marcas de digitais foram colhidas e relato das vítimas foram ouvidos por agentes da 11ª delegacia de polícia da Capital.

A ex-deputada Luciana Genro e irmã de Vanessa Genro, emitiu uma nota sobre o assalto. Ele disse que não houve violência na ação e que a irmã teve apenas prejuízos materiais.

Confira a nota de Luciana Genro:

“Diante da procura da imprensa por informações, informo que a minha irmã Vanessa Genro teve a sua casa invadida na manhã desta sexta-feira por dois homens armados, que buscavam dinheiro. Não houve violência física, apenas prejuízos materiais e, felizmente, a Vanessa está bem. Tudo foi resolvido com a ação correta da Brigada Militar e da Polícia Civil, que chegaram lá junto com meu pai, Tarso Genro. Os assaltantes já tinha fugido no momento em que a polícia chegou."

Nesta semana a deputada Maria do Rosário também foi assaltada e teve o carro roubado na capital gaúcha. Parece que os tempos estão difíceis para uma classe que defende bandidos, especialmente considerando que foi o ex-governador Tarso Genro que deteriorou a segurança pública no Rio Grande do Sul.

A informação é do Correio do Povo.

NOTA: A notícia é do dia 10 de novembro de 2017, mas alguns blogs a noticiaram como informação recente e este Sul Connection acabou reproduzindo a nota acreditando que o caso havia ocorrido nesta mesma semana. Foi um equívoco, mas a notícia é factual.

Notícias Relacionadas