politica 29/12/2017 às 13:07

Deputado autor da lei da 'Segunda sem carne' já foi processado por maus tratos aos animais

O deputado estadual de São Paulo, Feliciano Filho, foi processado pela promotoria em 2014 por improbidade administrativa e danos ambientais. O caso envolvia até mesmo maus tratos aos animais de uma ONG fundada por ele próprio.

Em São Paulo foi aprovada em sessão extraordinária, durante a semana, a "Segunda sem carne" (saiba mais aqui), um projeto de lei de autoria do deputado estadual Feliciano Filho, do PEN. A votação ocorreu na Assembleia Legislativa e agora o projeto depende da sanção ou do veto do governador tucano Geraldo Alckmin.

O que é irônico nessa história, no fim das contas, é que o deputado usou como uma de suas justificativas a causa animal. Em seu projeto ele alega que os animais têm o direito de não sofrer. Porém, em 2014, o mesmo deputado Feliciano Filho esteve envolvido em um caso no mínimo curioso: maus tratos aos animais.

Sim, é isso mesmo. Veja o que foi dito em matéria do Estadão naquela época:

O Ministério Público de São Paulo ajuizou, na sexta-feira, 3, uma ação civil pública contra o deputado estadual Feliciano Filho (PEN) por danos ambientais e improbidade administrativa. O político, defensor da causa animal, foi reeleito no domingo, 5, com 188.898 votos e ficou na 8ª colocação no estado. Feliciano, a ONG Unidade Protetora dos Animais (UPA), e um vereador de Campinas são acusados de maus tratos em um abrigo de cachorros da organização não-governamental, de usar área rural e de preservação permanente para a atividade de um canil, e de usar veículos, máquinas e equipamentos de propriedade pública em serviço particular. “Lá encontraram 40 animais mantidos em situação de negligência e maus tratos sob os cuidados do caseiro e de sua família”, informa a ação. “Nos laudos técnicos que instruem os autos, as fotos e as descrições da situação encontrada impressionam até os que não são especialmente sensíveis à causa, pelo grau de crueldade que estava sendo praticado.”

Pois é. Como todo vegano conhecido, Feliciano é autoritário e tremendamente hipócrita.

 

Notícias Relacionadas