economia 23/11/2017 às 10:50

Oito estados repassam para a União mais impostos do que recebem de volta

São os três estados do Sul, os quatro do Sudeste e o surpreendente (mas nem tanto) Amazonas.

Sempre que a direita liberal defende redução de impostos, aparece alguém da esquerda estatista para dizer que isso vai ocasionar quebra de serviços, deficiências na gestão pública e problemas fiscais sem fim. Acontece que isso não é verdade. E pode ser visto perfeitamente com a distribuição dos impostos repassados à União e os recebidos de volta.

Enquanto Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul (os três da região Sul), mais São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo (os quatro da região Sudeste) repassam mais impostos para a União do que recebem de volta, um estado da região Norte chama muito a atenção. O Amazonas da Zona Franca de Manaus, região praticamente livre de impostos, também repassa mais para a União do que recebe.

Ou seja: menos impostos para a produção, mais geração de riqueza, mais arrecadação na prática, mesmo com taxas mais baixas. Ou nulas, como é o caso da Zona Franca.

As informações são da coluna Diário do Poder do jornalista Cláudio Humberto.

Notícias Relacionadas