politica 09/11/2017 às 11:25

Temer deve antecipar saída de PSDB do governo

Tucanos ocupam mais de mil cargos no Governo Federal, além de quatro Ministérios.

O Presidente Michel Temer decidiu não esperar mais. Cansado com o racha instalado no PSDB desde que Aécio Neves entrou em desgraça com o vazamento do áudio armado pela dupla Joesley Batista e Rodrigo Janot, Temer decidiu desembarcar os tucanos de seu governo antes da convenção do partido, que deve ocorrer em dezembro. Para se ter uma ideia do tamanho do espaço ocupado por tucanos no governo Temer, são mais de mil cargos, mais quatro Ministérios: Relações Exteriores (Aloysio Nunes), Cidades (Bruno Araújo), Direitos Humanos (Luislinda "R$ 31 mil é Escravidão" Valois) e a Secretaria de Governo (Antônio Imbassahy). As informações são da coluna Diário do Poder, do jornalista Cláudio Humberto.

Partidos mais leais a Temer, como PP e PMDB tem cobrado uma atitude em relação ao PSDB desde a primeira denúncia contra o presidente. Já o PSDB tem pedido “paciência” a Temer até sua convenção de dezembro, quando elegerá a nova direção. 

O presidente cansou. De agora até o final do próximo ano, quando encerrará seu mandato, estará com os parceiros leais. 

Parece que a sina do tucanato desde 2002 é ficar relegado à oposição.

Notícias Relacionadas