politica 08/11/2017 às 12:03

Esquerda consegue o cancelamento de evento sobre o comunismo na UFSC

Pressão foi liderada pelo professor Nildo Ouriques, pré-candidato à Presidência pelo PSOL.

Sabe a exposição "Vítimas do Comunismo: 100 Anos da Maior Tragédia do Século XX"que inacreditavelmente seria realizada na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)? Esqueça. Foi cancelada. A decisão foi tomada pelo professor Irineu Souza, diretor do Centro Sócio Econômico da Universidade. Irineu concorreu ao cargo de Reitor. Foi derrotado de forma acachapante. Seu principal cabo eleitoral foi o professor Nildo Ouriques. Ouriques já apresentou sua pré-candidatura à Presidência da República pelo PSOL.

A esquerda não suporta o debate. A esquerda é autoritária. A esquerda não tolera a verdade.

A mostra apresentaria os 43 milhões de assassinados por Stálin na Rússia. Também mostraria os 77 milhões de cadáveres produzidos por Mao Tsé-Tung na China. É claro que a esquerda não teria como debater depois disso.

Então apela-se à censura e ao cala-boca. Até mesmo a Assessoria de Comunicação da Universidade não informa mais nada sobre o tema.

É vergonhoso. É lamentável. É asqueroso. 

Notícias Relacionadas