geral 04/11/2017 às 15:01

Ambiente interno do Google discrimina conservadores

Discussão em fórum interno termina com sugestão de que quem não concorda com os valores esquerdistas do Google deixe a empresa.

Os trabalhadores do Google conservadores que expressam preocupações com preconceitos políticos são muitas vezes menosprezados e ignorados por colegas de trabalho. Foi o quê revelou uma série de vazamentos obtidos pelo Breitbart.comA maioria dos funcionários do Google afirmou que a cultura da empresa não melhorou desde que eles se juntaram à empresa, em uma pesquisa interna anônima levada a cabo logo após a demissão do advogado de Diversidade de Ponto de Vista, James Damore. 

O Google "usar dinheiro para silenciar seus críticos" é uma alegação que a empresa enfrentou antes vinda de esquerdistas e dos principais jornalistas, bem como de diversos líderes. Após um funcionário comentar sobre correção política, a ira dos colegas desabou sobre sua cabeça, sendo que um de seus colegas simplesmente sugeriu que ele deixasse a empresa.

Mais tarde, um gerente admitiu que os conservadores que se queixavam de discriminação política no Google tinham um ponto. "A situação no Google está completamente fora de controle", afirmou. "Agora, os problemas vazaram para a imprensa e temo que eles prejudiquem de maneira irreparável a reputação da empresa", completou.

Notícias Relacionadas