politica 03/11/2017 às 12:55

Vice de Kirchner é preso por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha

A casa da esquerda segue caindo em todo o Continente.

A esquerda latino-americana passou anos populistando e proclamando sua luta pelo fim da miséria. A miséria realmente acabou: para os líderes esquerdistas. Com o fim da bonança econômica mundial, a casa vem caindo geral. Na Argentina não está sendo diferente. Na manhã desta sexta-feira (03), o ex-Vice-Presidente de Cristina Kirchner, Amando Bodou foi preso. As acusações são de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

A própria Cristina está na mira da Justiça, suspeita de envolvimento com o assassinato do Procurador Alberto Nismán, que liderava uma investigação contra ela e seus aliados. Desesperada, Cristina disputou a eleição para o Senado por Buenos Aires, buscando garantir foro privilegiado. Com duas vagas em disputa, ficou em segundo lugar, num vexame gigantesco.

Junto com Bodou também foi preso seu braço-direite e operador, José María Nuñez Carmona. As prisões foram ordenadas pelo juiz Ariel Lijo, para quem os envolvidos apresentavam riscos processuais.

Sérgio Moro poderia tomar contato com a decisão de Lijo.

Notícias Relacionadas