economia 02/11/2017 às 12:11

Confiança dos empresários atinge maior nível desde 2014

Levantamento da Fundação Getulio Vargas (FGV) revela que empresários estão confiantes com os rumos da economia.

Com os bons resultados econômicos, empresários e brasileiros retomaram a confiança na economia brasileira. Exemplo disso é o avanço de 2,6 do Índice de Confiança Empresarial (ICE) no mês de outubro. Medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o dado atingiu 90,3 pontos com a alta, registrando o maior nível para o indicador desde julho de 2014.

Para a entidade, o dado mostra consistência da recuperação da confiança e a reversão do pessimismo com os rumos da economia. Pela primeira vez em três anos, o indicador que mede a intenção dos empresários de contratar avançou 1,8 ponto percentual no mês.

“O pessimismo começa a dar lugar a um otimismo moderado, exemplificado pelo comportamento do indicador de emprego, que registra, pela primeira vez desde novembro de 2014, mais empresas prevendo aumento que redução do total de pessoal ocupado nos meses seguintes”, afirmou o superintendente de Estatísticas Públicas da FGV, Aloisio Campelo Jr.

De acordo com a entidade, a alta no indicador é fruto tanto da percepção dos empresários a respeito do momento atual dos negócios quanto com as perspectivas para o futuro. O Índice de Situação Atual avançou pelo terceiro mês seguido, enquanto o dado que mede a expectativa do empresariado atingiu 86,1 pontos, o maior patamar desde 2014. 

Além disso, o levantamento mostra o crescimento do otimismo em todos os setores empresariais. Em outubro, a confiança avançou 0,9 ponto na indústria e no setor de serviços, 0,7 ponto no setor de comércio e 0,1 ponto no segmento da construção civil.

Notícias Relacionadas