economia 26/10/2017 às 11:11

Temer prepara pacote de obras para injetar R$ 50 bilhões na economia no próximo ano

Ideia do governo é virar a página das seguidas denúncias e mostrar que está recuperando o tempo perdido.

Que o Brasil transformou-se em um cemitério de obras inacabadas após a reeleição de Dilma Rousseff (PT) em 2014 já é do conhecimento de todos. Entretanto, o Presidente Michel Temer (PMDB) espera fazer deste passivo um valioso ativo na reta final de seu governo. A explicação é simples: é muito mais fácil concluir o enorme conjunto de obras abandonadas do que iniciar um novo ciclo. Para se ter uma ideia, são quase 7 mil obras de responsailidade do Governo Federal abandonadas em todo o Brasil. As informações são do jornalista Cláudio Humberto em sua coluna Diário do Poder.

O programa deve ser batizado com o nome de "Agora é Avançar" e visa a conclusão de mais de 4.000 obras inacabadas em todo o Brasil, no prazo máximo de um ano. A ideia é gerar milhares de empregos e injetar na economia cerca de R$ 50 bilhões. A ordem do Presidente é “sacudir a poeira”, após vencer na Câmara a votação que suspendeu a segunda denúncia contra ele.

Com esse programa de obras, o governo espera retomar o tempo perdido com denúncias que quase o sufocaram. Os números ainda estão sendo fechados. Num primeiro momento, a intenção era concluir 6.600 obras, mas na prática seria impossível.

Antes de anunciar o programa de mais de 4.000 obras, Temer vai festejar boas notícias sobre o pré-sal, nesta sexta-feira.

Notícias Relacionadas