politica 17/08/2017 às 05:06

Lula vai visitar Nordeste em clima de pré-campanha

Condenado a nove anos e meio de prisão por corrupção, ele começa na quinta-feira uma viagem pelo nordeste do Brasil em clima de pré-campanha para as próximas eleições presidenciais.

Nesta viagem, Lula visitará a região Nordeste, para tentar recuperar o seu capital político. Ele disse em entrevista a uma emissora do Estado de Santa Catarina, disse que irá “ouvir às necessidades das pessoas” e que deve percorrer mais de 3.000 quilómetros.

O PT comparou esta iniciativa com as “Caravanas de Cidadania”, um projeto semelhante que Lula desenvolveu antes das presidenciais de 1992 e 1994, que ele perdeu, mas que deram proeminência nacional à sua imagem política.

A primeira fase do “Projeto Lula para o Brasil” começará em Salvador, capital do Estado da Bahia, e termina a 05 de setembro na cidade de São Luís, capital do Estado do Maranhão.

Entre uma e outra data, Lula visitará cerca de vinte cidades em nove Estados brasileiros do Nordeste para ver as “mudanças” ocorridas durante os 13 anos de Governo do PT, que ocupou a Presidência do país de 2003 até à destituição de Dilma Rousseff, em 2016. A presença de Lula no Nordeste do Brasil terá um reforço da segurança por receio de que aconteçam possíveis protestos organizados por grupos que se opõem ao ex-Presidente, que lidera quase todas as sondagens de opinião sobre as eleições de 2018.

O PT, enfraquecido por envolvimento de seus membros em esquemas de corrupção e pela crise econômica brasileira, ainda não decidiu o nome de seu candidato para 2018, mas Lula não esconde as suas intenções e já reiterou em várias ocasiões que “está disposto” a defender o legado do partido.

A sua candidatura, porém, não depende apenas da sua vontade. De acordo com as leis eleitorais brasileiras, é possível concorrer a cargos públicos mesmo com condenação em primeira instância, mas se essa sentença for confirmada por um tribunal superior, a candidatura não pode ser aceite.

Notícias Relacionadas