politica 02/08/2017 às 11:14

Venezuela. Empresa diz que votos “manipulados” passam de um milhão

O CEO da empresa de contagem de votos eletrônicos na Venezuela afirma que houve, pelo menos, um milhão de votos “manipulados”.

O CEO da Smartmatic, a empresa de contagem de votos eletrônicos que trabalha com a Venezuela, afirmou, em conferência de imprensa em Londres (Reino Unido), que a votação de domingo para a Assembleia Constituinte da Venezuela foi manipulada em, pelo menos, um milhão de votos.

“Sabemos, sem dúvida alguma, que os números de participação nesta recente eleição foram manipulados”, garantiu o presidente-executivo da empresa, Antonio Mugica, citado pela Reuters.

A denúncia surge após a Agência Reuters ter revelado que os próprios dados da comissão eleitoral levantavam algumas dúvidas acerca da participação eleitoral.

Nicolás Maduro, o Presidente da Venezuela, assegurou que a participação tinha ficado próxima dos 8,1 milhões.

Notícias Relacionadas