politica 30/04/2017 às 21:52 - Atualizado em 30/04/2017 às 22:09

Em pesquisa sem sentido, Datafolha coloca Moro como potencial candidato a presidente

Instituto avalia cenário irreal com Lula para forçar embate político que não existe

Qual é o sentido de um Instituto de Pesquisa avaliar um cenário que não tem a menor possibilidade se materializar? É essa pergunta deve ser feita ao se ler os resultados do último levantamento feito pelo Datafolha. Na pesquisa divulgada pela Folha de São Paulo, há inclusive números sobre uma eventual disputa presidencial entre Lula e Sérgio Moro.

Este Sul Connection, ao contrário de outros veículos e analistas políticos, não descarta Lula do baralho, e considera o ex-presidente, mesmo com tantos processos na justiça, como franco favorito na disputa de 2018. Dito isso, é importante ressaltar que Sérgio Moro não é candidato. O juiz é responsável pela maior operação de investigação da história do país, e está debruçado sobre inúmeros processos em fase de julgamento. Qual chance de ele largar tudo isso em nome de uma candidatura? Qual foi a declaração pública de Moro que habilitasse alguém a incluí-lo entre os potenciais pré-candidatos?

Só há um motivo para que Moro seja incluindo em um cenário com Lula: Dar vazão a narrativa de que o magistrado é um polo político e Lula outro, e que ambos estariam em uma disputa desde já. Mas não é isso que ocorre. Moro é juiz, e Lula é réu ações que ele julgará. Não há um embate partidário nisso, apenas uma relação jurídica. Querer transformar isso em uma prévia de 2018 é acalentar o discurso da esquerda de que a Lava Jato é uma operação atrelada a objetivos eleitorais.

Notícias Relacionadas