politica 26/04/2017 às 17:12 - Atualizado em 26/04/2017 às 17:13

Escolas privadas adererem à greve convocada pelas esquerdas

Em diversos lugares do país, instituições de ensino privado comunicaram os pais sobre a suspensão das aulas no dia 28 de abril

A chamada "Greve Geral", convocada pelas esquerdas para servir de tribuna política para Lula, teve a adesão de inúmeras escolas privadas no país. Na cidade de São Paulo, colégios como o Santa Cruz, o Escola Viva e a Stance Dual informaram os país que não haverá aula no dia 28, ocasião em que são aguardados os atos. Segundo informações da revista Veja, pais protestaram por meio de cartas e postagens em redes sociais.
 
Em Caxia do Sul, na Serra Gaúcha, os colégios católicos da cidade informaram que também vão aderir a greve. Por meio de nota, elencaram suas motivações, que incluem itens como "Contra o jeito como está sendo conduzida a reforma da previdência e as reformas trabalhistas, tirando direitos dos menos favorecidos e continuando com os privilégios estarrecedores de uma pequena minoria".

Este Sul Connection não apurou se as escolas decidiram isso consultando os pais, que são seus clientes, ou em uma reunião fechada.





 

Notícias Relacionadas