politica 11/04/2017 às 19:44

Aécio comemora fim de sigilo da delação da Odebrecht

Vítima de uma matéria fake da Revista Veja na semana passada, Senador havia solicitado o fim do sigilo ao ministro Edson Fachin.

Na semana passada a Revista Veja trouxe em sua capa uma matéria digna de estudo sobre notícias falsas: inventando uma delação da Odebrecht inexistente, a Veja garantia que a irmã de Aécio Neves, Andrea Neves da Cunha teria recebido R$ 60 milhões em uma conta em Nova York. Um assassinato de reputação que só encontrava paralelo em outro praticado pela mesma Veja, 24 anos antes, contra o então Presidente da Câmara dos Deputados, Ibsen PinheiroIndignado, Aécio procurou o Ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal e pediu o fim imediato do sigilo das delações.

Eis que uma semana depois, o Ministro Fachin atende o pedido de Aécio e a verdade aparece: NÃO HÁ QUALQUER DELAÇÃO SOBRE R$ 60 MILHÕES EM NOVA YORK. Não a toa, Aécio comemorou o fim do sigilo. Em post no seu Facebook, o senador mineiro afirmou: "Assim será possível desmascarar as mentiras e mostrar a absoluta correção da minha conduta".

Enquanto Aécio e Onyx Lorenzoni dão de ombros para a delação da Odebrecht, certos de que chegou a hora de separar o joio do trigomuitos políticos Brasil afora precisarão de Rivotril para garantirem uma boa noite de sono.

Notícias Relacionadas