geral 24/03/2017 às 15:15 - Atualizado em 24/03/2017 às 16:56

MV Bill, que criticou o porte de armas no programa de Fátima Bernardes, já fez apresentação musical com um revólver

Em 1999, rapper se apresentou armado em um show transmitido pela MTV

O programa Encontro com Fátima Bernardes, veiculado nas manhãs da TV Globo, discutiu, na edição desta sexta-feira, a questão da violência no Brasil. Um dos assuntos abordados foi o estatuto do desarmamento e a mobilização de diversos parlamentares em rever a lei.

Um dos convidados da atração, o rapper MV Bill, resolveu tratar da questão como um especialista em segurança. Além de falar do contexto social da favela, também demonizou a posse de armas.

MV Bill é contra as pessoas portarem armas, apesar de ele mesmo já ter portado uma publicamente, utilizando-a como adereço em um de seus shows. Aconteceu em 1999 durante o Free Jazz Festival, onde cantou a música "Soldado do Morro", que tem a seguinte composição:

"Minha condição é sinistra não posso dar rolé
Não posso ficar de bobeira na pista
Na vida que eu levo eu não posso brincar
Eu carrego uma nove e uma hk
Pra minha segurança e tranqüilidade do morro
Se pa se pam eu sou mais um soldado morto
Vinte e quatro horas de tensão
Ligado na policia bolado com os alemão
Disposição cem por cento até o osso
Tem mais um pente lotado no meu bolso
Qualquer roupa agora eu posso comprar
Tem um monte de cachorra querendo me dar
De olho grande no dinheiro esquecem do perigo"


Confiram a apresentação:

Notícias Relacionadas