geral 23/03/2017 às 18:00

Marisa pediu e em um mês Odebrecht entregou sítio de Lula reformado

Ex-Presidente nega na Justiça ser proprietário do sítio que está em nome dos sócios do filho Lulinha.

Luís Inácio Lula da Silva era identificado na lista de pagamentos de propina da Odebrecht como "O Amigo". E amigo, a gente sabe, é coisa pra se guardar debaixo de sete chaves. Dentro do coração. Por isso não surpreende que o pedido de Mariza Letícia Lula da Silva, preocupada com a não finalização das obras no Sítio de Atibaia, que Lula nega ser seu seu, fosse atendido prontamente: ela queria agilidade nas obras e o diretor de relações institucionais da empreiteira, Alexandrino Alencar, abordado pela falecida ex-Primeira-Dama foi hiper ágil no atendimento ao pedido. 


Com equipes se revezando no trabalho durante 24 horas por dia, sete dias por semana, finalmente no prazo de um mês Alencar pôde entregar a obra que se arrastava a passos de tartaruga. O responsável anterior pela execução era o também amigão de Lula, José Carlos Bumlai. 


Lula nega a propriedade do sítio, que está em nome dos sócios do filho Lulinha. Lula também nega que seja dono do tríplex no Guarujá, inteiramente reformado sob a supervisão da finada Marisa Letícia.


Quem decidirá sobre a veracidade da versão de Lula é Sérgio Moro.


Afinal, hoje o Supremo decidiu: não adiantou tentar fugir de Curitiba. Será na fria capital paranaense que o destino do ex-Presidente será selado.

Notícias Relacionadas