geral 21/03/2017 às 15:22

Blogueiro petista é conduzido e tem que se explicar para Moro

Eduardo Guimarães é um dos mais virulentos blogueiros petistas a atuar contra Sérgio Moro e a Operação Lava-Jato.

Eduardo Guimarães é figura conhecida no submundo dos blogueiros petistas, os auto-intitulados blogueiros progressistas. Guimarães alcançou o estrelato neste mundinho ao utilizar o drama de saúde vivido por sua filha para angariar simpatias e apoios. Deu certo. Desde então, utiliza seu blog, o "Blog da Cidadania" para atacar com virulência todo e qualquer adversário petista: isso vai desde os tucanos, passando por Eduardo Cunha, chegando aos Movimentos de rua que impulsionaram o impeachment de Dilma Rousseff. Mas seu principal alvo, há pelo menos dois anos, é sempre o mesmo: o juiz Sérgio Moro e a Operação Lava-Jato.
 

Guimarães, bem relacionado no submundo petista, chegou a vazar com exclusividade a data da condução coercitiva do ex-Presidente Lula pela Operação Lava-Jato. Na avaliação dos membros da Força-Tarefa, este vazamento ajudou a criar tumulto e comoção no dia da condução, algo que se pretendia evitar desde o início.


Moro ordenou a apreensão de quaisquer documentos, mídias, HDs, laptops, pen drives, arquivos eletrônicos de qualquer espécie, aquivos eletrônicos pertencentes aos sistemas e endereços eletrônicos utilizados pelos investigados, agendas manuscritas ou eletrônicas, aparelhos celulares, bem como outras provas encontradas relacionadas aos crimes de violação de sigilo funcional e obstrução à investigação policial.


Durante o depoimento que prestou após ser conduzido coercitivamente, Guimarães confirmou o nome do autor do vazamento da informação sobre a condução coercitiva de Lula. A Lava-Jato já tinha o nome.


O advogado de Guimarães queixa-se de arbitrariedades. Guimarães também foi defendido pelo deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP), que prestou depoimento por vídeo-conferência. Mas sua situação, daqui pra frente, fica bastante delicada.


Para Moro, ao autorizar o pedido de busca e apreensão, o blogueiro petista não atuou meramente como um opinador: buscou obstruir a ação da Justiça. E isso é crime. Guimarães vai precisar, mais do que nunca, da solidariedade e do empenho dos companheiros, para não acabar exatamente como os criminosos presos que tanto gosta de defender.


A foto que ilustra o post é do fotógrafo Marcos Bezerra, da Futura Press e cedida à agência Folhapress.

Notícias Relacionadas