politica 26/02/2017 às 16:32

Blog petista parte em defesa de Jair Bolsonaro. Por quê?

Estranhamente um blog petista resolveu defender o deputado das suposições - nem acusações são - de seu envolvimento no motim dos PMs no Espírito Santo. Que razões levariam um petista profissional a fazer isso?

por Roger Scar

Há pouco mais de uma semana publiquei, aqui mesmo, um artigo mencionando o súbito contentamento da esquerda radical diante da suposta subida de Bolsonaro nas pesquisas. Expliquei, naquele texto, que diversos sites reconhecida e assumidamente petistas estavam divulgando a informação dando grande enfoque no crescimento do deputado, enquanto tratavam da primeira colocação de Lula na mesma pesquisa como algo secundário. Muita gente ficou brava com o que escrevi, embora tenha dito apenas a verdade e exposto alguns fatos, mas como sempre a razão supera o achismo vagabundo e as especulação com o passar do tempo, eis que agora surge uma nova informação.

O Blog do Esmael, outro que é assumidamente petista tanto quanto Brasil 247, postou um texto em defesa do deputado Jair Bolsonaro devido às suposições de que o mesmo estaria, de algum modo, ligado ao motim dos PMs no Espírito Santo. Essas suposições - sim, não são acusações - não surgiram a partir de boatos, mas de um relatório da Polícia Federal, que tem investigado a origem da greve ilegal da PMES. Dito isso, o que realmente estranha aqui é o fato de um blog petista estar mais preocupado em defender aquele que, segundo seus próprios fãs, é o "maior inimigo da esquerda brasileira" (pff).

Esmael escreveu, por exemplo, que tudo isso é "o início da campanha de desconstrução de “bolsomito” pelo aparelho estatal e pela mídia." Besteira! Bolsonaro sempre foi atacado pela imprensa progressista, na maioria das vezes sem motivo algum. Não é que como se isso tivesse começado agora. Ademais, se Bolsonaro não é uma ameaça nem para a extrema-esquerda, por que ele seria ameaça para alguém como Michel Temer? O que o atual presidente teria a temer em Bolsonaro, considerando que o mesmo é um deputado praticamente isolado no Congresso, menos nocivo do que a bancada do PSOL?

Em outra passagem do texto, foi dito o seguinte:

"Até o sambódromo da Marquês de Sapucaí sabe que o “motim” de policiais militares capixabas e fluminenses foram início de uma convulsão social gerada pelo golpe, pelo desemprego, pela crise econômica, que pode voltar a estourar novamente em qualquer parte do país a qualquer momento."

O trecho acima, a propósito, corrobora minha teoria conspiratória, aquela que publiquei no início do mês afirmando que esses casos de greves, a crise penitenciária, as invasões nas escolas e todo o resto poderia bem ser parte de um plano para gerar caos social e destruição. O que achei curioso, aí, é o fato de o blogueiro petista ter muito mais interesse em atacar Temer do que em atacar Bolsonaro. É como se, para eles, Temer fosse uma ameaça maior, o que não casa com a narrativa delirante de que Bolsonaro é o "único que enfrenta a esquerda".

Obviamente Michel Temer não é de direita, ele não é de lado nenhum. Mas e o Bolsonaro, o que é? As alas mais radicais e ortodoxas da esquerda brasileira parecem estar felizes com a possibilidade de ele se candidatar a presidência, eles até comemoram as pesquisas que apontam Bolsonaro na frente dos tucanos. Por outro lado, morrem de medo de João Dória ao ponto de não passarem um dia sequer sem atacá-lo desde que o mesmo assumiu a prefeitura de São Paulo.

Que tudo isso é muito estranho já sabemos, mas nos cabe a pergunta: Por quê?

Notícias Relacionadas