politica 21/02/2017 às 20:12

2ª Turma do STF livra Sarney das mãos de Moro

Ex-Presidente, mesmo sem foro, será julgado pelo próprio Supremo. Lula tinha razão: Sarney não é um brasileiro comum.

A segunda turma do Supremo Tribunal Federal decidiu por 4 x 1 votos retirar do juiz Sérgio Moro a investigação contra José Sarney. Mesmo sem foro, Sarney conseguiu seu intento: será julgado no próprio Supremo Tribunal Federal. Votaram pela retirada do processo contra Sarney das mãos do juiz Moro todos os demais integrantes da segunda turma: Celso de Melo, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli e Gilmar Mendes. O relator Edson Fachin, que votou pela manutenção do processo nas mãos de Sérgio Moro em Curitiba, foi voto vencido, pra não variar.
 

O argumento dos quatro que votaram pela mudança do processo contra Sarney para o Supremo alegaram que o processo envolvendo o ex-presidente conta com autoridades que posseu o foro privilegiado, como os senadores do PMDB Romero Jucá e Renan Calheiros.


As investigações agora ficarão por conta dos ministros da Suprema Corte. A decisão ocorreu na tarde desta terça-feira, 21.


Como este Sul Connection já havia registrado ontem, as sessões das Turmas do Supremo não são televisionadas.

Notícias Relacionadas