economia 18/02/2017 às 16:49

Ações do governo Temer devem atrair R$ 371 bilhões em investimentos

Aporte deve ocorrer ao longo dos próximos 10 anos e conta com inflação sob controle e Reformas aprovadas.

O governo Michel Temer já começa a projetar um futuro menos sombrio, com o ambiente desanuviando. Com a inflação e os gastos públicos já colocados sob controle, após ação firme do Banco Central e a aprovação da PEC que congela o crescimento do Orçamento público pelos próximos 20 anos, a meta agora é atrair novamente os investidores. E isso deve ser feito através de um pacote de medidas que será anunciado paulatinamente, exatamente como tem sido feito até agora pela equipe econômica e que prevê a injeção de quase R$ 400 bilhões em investimentos ao longo da próxima década.

A projeção foi feita pela Secretaria de Planejamento e Assuntos Econômicos (Seplan) do Ministério do Planejamento. "Seis medidas já estão em andamento", explicou em entrevista à Folhao Secretário da Seplan, Marcos Ferrari, responsável pelo estudo que realizou a projeção.

A primeira etapa é a regularização da venda de terras para estranjeiros, medida que deve render mais de R$ 70 bilhões em entradas no país em apenas dois anos. Esta proposta deve estar acabada em no máximo 30 dias e então será enviada para o Congresso.

O maior impacto entre todas as medidas seria na mudança das regras vigentes sobre exploração de gás e petróleo. O valor estimado é de uma entrade de mais de R$ 236 bilhões. A principal barreira a ser removida neste caso será a regra do "conteúdo local", que engessava os investidores com a obrigatoriedade absurda de contratar equipamentos brasileiros, ainda que mais caros ou sequer existentes. 

Outras áreas em que se espera uma entrada significativa de recursos são o Programa de Parcerias em Investimentos (PPI), com um aporte de R$ 15 bilhões em dois anos e nas telecomunicações, com investimentos obrigatórios de R$ 34 bilhões ao longo de dez anos para a melhoria da rede de banda larga nos municípios em que o serviço não é lucrativo.

A equipe capitaneada por Henrique Meirelles vem trazendo uma notícia positiva atrás da outra, deixando a cada dia que passa do novo governo o pesadelo em que o Brasil se enfiou durante os anos de Dilma na Presidência. 

Notícias Relacionadas