geral 07/02/2017 às 09:58

Não é só no Espírito Santo: gaúchos também sofrem com surto de violência

Em Janeiro foram mais de 200 homicídios na Região Metropolitana de Porto Alegre. Caxias deve bater recorde de violência em 2017.

No momento as atenções nacionais estão concentradas no caos que se instalou no Espírito Santo. Atingido por uma greve ilegal dos Policiais Militares, o estado vive um estado muito semelhante ao das guerras civis, com saques constantes e assassinatos sem fim. O IML da capital Vitória já não comporta tantos corpos.


Entretanto, a região Sul também tem seu próprio Espírito Santo, ainda que não chame tanto a atenção. Com salários de Policiais Civis e Militares atrasados há vários meses e enfrentando a mais grave crise financeira de sua história, os gaúchos assistem sem terem meios de reagir a violência se espalhando.


Apenas em Janeiro a região metropolitana da capital, Porto Alegre, viu o espantoso número de 200 homicídios. Isso dá uma média de aproximadamente seis homicídios POR DIA.


Mas não é apenas a capital e seu entorno que enfrentam o surto de violência. Em Caxias, outrora sinônimo de prosperidade e tranqüilidade no interior, foram 14 mortes em Janeiro. É o Janeiro mais violento no município desde 2000. Caso o ritmo persista, 2017 será o ano mais violento da história do município que é sinônimo da Serra Gaúcha.


O Brasil enfrenta dias terríveis nesta tentativa de virar a página da era Lula e Dilma.


A foto que ilustra o post é de Camila Domingues da Agência RBS.

Notícias Relacionadas