geral 16/12/2016 às 10:35

Tribulação: pastor Silas Malafaia é alvo da PF na Operação Timóteo

Contas da Igreja liderada por Malafaia teriam sido utilizadas para lavar dinheiro de esquema criminoso para desvio de royalties minerais.

Como diria o Bispo Arnaldo"Decantasí Sharanabaia". Não significa nada, mas pode ser usado como prova de algum dom esquisito de línguas, uma prova de intimidade com o além. Falar em línguas é um recurso que o pastor Silas Malafaia, conduzido coercitivamente para prestar depoimento pela Polícia Federal hoje pela manhã costuma usar pontualmente em suas pregações. Malafaia que precisará de muita oratória e retórica para explicar para a PF algo que as investigações sobre uma quadrilha de advogados que fraudava processos para o recebimento de royalties minerais concluiu: sua Igreja era utilizada para lavar o dinheiro da quadrilha.


A Polícia Federal está executando 52 mandatos de busca e apreensão em 11 estados e no Distrito Federal. Além das buscas e apreensões, estão sendo realizadas 29 conduções coercitivas, dentre elas a do pastor Malafaia. As informações são da Folha de São Paulo.


A ação da PF foi batizada de Operação Timóteo, uma referência à seguinte passagem do livro bíblico do profeta Timóteo: "Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens à mergulharem na ruína e na destruição, pois o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram a si mesmas com muitos sofrimentos".


É pra glorificar de pé, Igreja! Amém?