politica 09/12/2016 às 10:47 - Atualizado em 09/12/2016 às 11:04

The Bow Group é o think tank do ano 2016 no Reino Unido

O grupo foi um pilar de conservadorismo durante os anos de Thatcher, mas nas últimas décadas tinha sido negligenciado

O presidente do think tank conservador mais antigo da Grã-Bretanha Ben Harris-Quinney agradeceu ao ex-presidente do Breitbart, Stephen K. Bannon, e ao editor-chefe da Breitbart London, Raheem Kassam, por sua dedicação ao conservadorismo, ao ganhar o prêmio de melhor think tank do ano. Recebendo o prêmio da Sky News na noite de quinta-feira, o 'The Bow Group', agora em seu 65º ano, foi elogiado pelo seu impacto de longo alcance no diálogo nacional e em ajudar a moldar as políticas públicas.

Agradecendo aos juízes pelo prêmio, o presidente do Grupo Bow, Ben Harris-Quinney, passou a destacar Bannon e Kassam por "seus conselhos e dedicação ao conservadorismo nos últimos 5 anos de difíceis batalhas". Ele acrescentou: "Uma revolução está varrendo o mundo, o centrismo está morto e o conservadorismo está de volta, isso não é apenas uma boa notícia para o conservadorismo, mas uma grande notícia para a Grã-Bretanha".

O grupo foi um pilar de conservadorismo durante os anos de Thatcher, mas nas últimas décadas tinha sido negligenciado, atingindo o seu pior momento há cinco anos no auge do "reinado" de Cameron sobre o Partido Conservador.

Este ano o think tank lançou a iniciativa "Geração Conservadora" para incentivar e apoiar os estudantes de espírito conservador sufocados pela censura em campi universitários do Reino Unido.O think tank também liderou uma rebelião bem sucedida contra o governo Cameron "Excelência educacional em toda parte" com planos para transformar todas as escolas regionais em escolas de excelência, para as quais recebeu cobertura da mídia nacional.

Recentemente, o grupo reuniu os conservadores em torno da primeiro-ministra Theresa May em apoio a seus planos para acabar com a proibição vigente desde 1998 da abertura de novas "Grammar Schools", uma política que há muito tinha apoio entre as bases do Partido Conservador.

Harris-Quinney disse que o grupo dedica o prêmio ao Patrono do Grupo, Lord Tebbit. "Gostaríamos de reconhecer seu excelente compromisso ao conservadorismo, seu exemplo e o de sua amiga Baroness Thatcher, que sempre seguiremos", disse ele.

"Continuaremos a manter os detentores do poder para prestar contas e lutar pelo que acreditamos: o que é do melhor interesse do povo britânico e continuar a fazer da Grã-Bretanha uma força forte e positiva no mundo".

O nosso colaborador em Londres, Guilherme Schneider, é também membro e colaborador do The Bow Group. 

Notícias Relacionadas