politica 30/11/2016 às 18:10

Se a Câmara rasteja na lama, Onyx Lorenzoni sai muito maior

* Opinião. Eduardo Bisotto. Diretor do Sul Connection.

Esta madrugada a Câmara dos Deputados decidiu queimar de vez o 1% de credibilidade e autoridade moral que ainda restava do processo de impeachment. Em uma sessão feita na calada da madrugada, para ninguém ver ou reclamar, suas excelências jogaram no lixo todo o brilhante trabalho do deputado Onyx Lorenzoni com as 10 medidas contra a corrupção.


Se de um lado Rodrigo Maia (DEM-RJ) se cacifou junto aos colegas para alterar o Regimento Interno e garantir sua reeleição no ano que vem, ao mesmo tempo em que acabou com qualquer respeitabilidade que pudesse ter junto à opinião pública, o gaúcho Onyx Lorenzoni, do mesmo Democratas de Maia sai muito maior.


Uma foto é emblemática da sessão desta madrugada: Onyx, completamente abandonado em um Congresso tomado por políticos que resolveram deixar claro que não representam ninguém, apenas aos seus próprios interesses. Se neste covil Onyx é abandonado, certamente encontrará na sociedade a resposta que merece.


Em 2018, Lorenzoni estará apto para voos bem mais altos. Governo gaúcho, Senado da República ou até mesmo compor um chapa Presidencial passam a ser cenários bastante possíveis. Em um momento em que a sociedade encontra-se desesperadamente orfã de uma representação de verdade, Onyx aparece como a exceção que torna ainda mais vergonhosa a regra vigente.


Que 2018 chegue logo. Esta representação atual, ainda influenciada por demais pelos anos de aparelhamento lulista do Estado, perdeu completamente a legitimidade. Que possamos ter logo um Congresso em que Onyx não seja mais a exceção, mas a regra permanente.


O Brasil chegou ao fundo do poço. Está mais do que na hora de colocar a cabeça pra fora e voltar a repirar.

Notícias Relacionadas