economia 10/10/2016 às 16:36 - Atualizado em 10/10/2016 às 17:12

PT vai ao STF contra a PEC do Teto, como fez com a Lei de Responsabilidade Fiscal

Jandira Feghali, do PCdoB, e Afonso Florence, líder do PT, entraram com mandado de segurança para barrar tramitação do projeto

O PT votou contra o Plano Real e foi até o STF na tentativa de impedir a implementação da Lei de Responsabilidade Fiscal. O compromisso do partido sempre foi com a farra financeira, nunca com a segurança das contas públicas. Sua história é a de tentar criminalizar toda medida racional que é adotada no país. Fosse pelo partido, ainda estariamos contando réis.

A história se repete agora com a urgente PEC do Teto. Jandira Feghali, líder da minoria na Câmara dos Deputados, e Afonso Florence, líder do PT na casa, entraram no STF com um mandado de segurança para suspender a tramitação da proposta que pretende racionalizar as despesas dos três poderes em nível federal.

No Plenário da Câmara, parlamentares de esquerda se revezam nos microfones para mistificar os efeitos da PEC, afirmando que ela tira direitos, reduz orçamento na saúde e na educação e representa um ataque aos avanços sociais.

O PT, como sempre, não faz oposição ao governo, faz ao país. 

Notícias Relacionadas