esporte 08/06/2016 às 22:36

A história se repete: time grande goleia nanico por 7 a 1

Menos de dois anos depois de levar sete a um em casa durante a Copa do Mundo, Brasil devolve o placar no pobre Haiti.

Dunga vai se consagrando como o técnico que massacra equipes pequenas. Sem conseguir resultados expressivos em competições oficiais e diante de equipes tradicionais, resta ao ex-ídolo da Seleção se vingar diante dos mais fracos. Menos de dois anos depois da humilhação dentro de casa, levando 7 a 1 para a Alemanha em plena semi-final de Copa do Mundo, eis que o Brasil "se vinga" diante do pobre Haiti.

E assim segue a Seleção, a cada dia com menos identidade e a cada dia gerando menos emoção.

Falar do jogo diante dos miseráveis haitianos?

Este Sul Connection se leva um pouquinho mais a sério do que isso.

Notícias Relacionadas