politica 03/05/2016 às 21:05

Por 43 votos a 7, paranaense Osmar Serraglio é eleito presidente da CCJ da Câmara

Em seu quinto mandato, o peemedebista tem perfil discreto, bom trânsito e respeito entre os parlamentares.

Nesta terça-feira, 3, por 43 votos a sete, o deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR) foi eleito para comandar a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a maior e mais importante da Câmara dos Deputados. Serraglio ganhou notoriedade em 2005, ao ocupar a relatoria da CPI dos Correios e, mesmo estando na base do governo, defender a cassação de figurões do PT, como a do ex-ministro José Dirceu. Em seu quinto mandato, o peemedebista tem perfil discreto, bom trânsito e respeito entre os parlamentares. Com informações de Veja.

"Muita coisa se disse sobre a possível condução deste que agora assume. Eu acho que a minha história e a minha biografia exteriorizam o que se possa imaginar como eu irei proceder, tanto no contato com os companheiros quanto às matérias mais tormentosas. Posso dizer que não tenho compromisso nenhum. Fui certamente mal compreendido", disse Serraglio.

Em entrevista, Serraglio se desvinculou da decisão sobre o futuro político de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente do legislativo, dizendo que os recursos serão analisados pelo plenário da comissão, e se irritou com os questionamentos sobre a relação entre os dois: "Mal consigo chegar em algum lugar e já dizem que eu devo isso a todo mundo, menos a mim próprio. Eu construí uma história. A minha história vale por si", afirmou. 

Questionado, ele não negou ser aliado de Cunha - mas com ponderações. "Sou aliado naquilo que ele briga com a gente. Por exemplo, para que nós defenestremos a presidente da República eu sou aliado. Em relação ao processo, vou agir imparcialmente. Vocês vão analisar isso ao longo do pouco tempo que ficarei aqui", disse.

Notícias Relacionadas