politica 13/04/2016 às 11:50

Dando o impeachment por aprovado, PT cogita não participar da votação no domingo

Adotando o Jus Esperniandi, petistas pretendem caracterizar golpe através de suas ausências. Como se fizessem falta.

O PT já dá como certo que o impeachment será aprovado pela Câmara no domingo. Em algumas projeções, já passam de 380 os deputados favoráveis ao afastamento de Dilma Rousseff da Presidência da República. Como o petismo não tem a menor vocação para aceitar as regras do jogo, está cogitando apelar para o famoso Jus Esperniandi: não participam da sessão e depois vão ao STF pedir sua anulação.

O fato é que os deputados Weverton Rocha, do PDT e Wadih Damous, do PT, já tentaram cancelar a sessão de domingo. O pedido caiu no Ministro Edson Fachin, insuspeito de simpatias oposicionistas e que na eleição de 2010 chegou a assinar uma carta de apoio a Dilma. Fachin negou o pedido.

Acabou pro PT. Resta espernear.

Tchau, querida!

Notícias Relacionadas