economia 15/03/2016 às 17:14

Governado por uma quadrilha, Brasil vê número de desempregados aumentar 27,4%

O Brasil só tem uma salvação: colocar a quadrilha na cadeia e se unir em torno de um governo de unidade nacional.

Uma hora a conta de ser governado por uma quadrilha ia chegar. Infelizmente, chegou. O Brasil fechou 2015 com 8,6 milhões de desempregados. Isso representa um aumento de 27,4% na comparação com 2014, quando eram 6,7 milhões. Os números são da Pnad e foram divulgados nesta terça-feira (15) pelo IBGE. É o maior nível registrado pela pesquisa, que começou a ser feita em 2012. Em 2014, o nível médio de desemprego havia sido de 6,8%.

O salário médio dos trabalhadores em 2015, descontando o efeito da inflação, foi de R$ 1.944, praticamente estável em relação a 2014 (R$ 1.947), segundo o IBGE. Quem não estava trabalhando passou a buscar emprego O número médio de desempregados aumentou no ano passado, mas o de pessoas com trabalho ficou estável, em 92,1 milhões.

O Brasil só tem uma salvação: colocar a quadrilha na cadeia e se unir em torno de um governo de unidade nacional.

O fundo do poço vai ficando cada vez mais fundo.

Notícias Relacionadas