politica 08/03/2016 às 14:53

PT do Paraná orienta filiados a não se envolverem em manifestações no dia 13

Orientação toma como base fiascos recentes, com o petismo não conseguindo juntar meia dúzia de militantes.

No Paraná, o PT orientou os filiados a não protestar no domingo, 13, quando defensores do impeachment da presidente Dilma Rousseff vão às ruas em todo o Brasil. O deputado Tadeu Veneri argumenta que os petistas devem esperar para apoiar Dilma e o ex- presidente Lula. "Estamos solicitando que as pessoas não venham para as ruas nesse dia e que, se quiserem fazer reuniões, façam longe (das manifestações). Não é o confronto que vai resolver as diferenças", disse à Folha de Londrina.
 
Veneri diz que o PT participará hoje dos atos alusivos ao Dia de Luta das Mulheres e de ações posteriores em 18 e 31 de março. Há a expectativa, ainda, de que Lula faça uma série de viagens, a começar por Curitiba. A agenda será definida pelo Instituto Lula até o fim do mês. "Estamos vivendo uma situação muito delicada e, quanto menos colocarmos lenha na fogueira, melhor o resultado será."

“Nós queremos lutar pela democracia e não se consegue isso com violência”, disse o deputado Enio Verri, presidente estadual do partido. “Vamos usar as redes sociais para mostrar o risco que a democracia está vivendo hoje”, completou Verri n'O Paraná.
 
Resumo da ópera: o PT sabe que não tem gente para encarar aquela que se anuncia como a maior manifestação da história do Brasil.
 
E achou melhor ficar chorando na cama, que é lugar quente.
Notícias Relacionadas