politica 15/12/2015 às 15:01 - Atualizado em 15/12/2015 às 15:11

Em coletiva, Cunha defende saída do PMDB do governo e se nega a renunciar

Presidente da Câmara falou sobre mandados cumpridos em sua residência em virtude da Operação Catilinárias

Foi curta mas incisiva a entrevista coletiva de Eduardo Cunha depois que a operação Catilinárias bateu na porta de sua casa. Cercado de jornalistas, o Presidente da Câmara, além de atacar o PT, afirmando que o governo tenta tirar o foco do impeachment, defendeu a imediata saída do PMDB do governo.

Em sua manifestação, Cunha disse que não vê problema em ser investigado, mas que estranha o contexto da operação. Ele também negou qualquer hipótese de renunciar.

É claro que o PMDB não vai deixar barato .Como este Sul Connection tem defendido, a ação desencadeada acelerará o fim de Dilma.

Notícias Relacionadas