economia 11/09/2015 às 08:29

JBS-Friboi é alvo de ação por exploração de trabalhadores no Paraná

Ministério do Trabalho pede indenização de R$ 73,4 milhões.

O tratamento inadequado destinado aos 4,5 mil trabalhadores do frigorífico Big Frango em Rolândia motivou uma dura ação contra a JBS-Friboi, proprietária do empreendimento. A ação do procurador Heiler Natali pede indenização por danos morais coletivos por irregularidades como desrespeito aos limites de duração do trabalho, intervalos e descanso semanal remunerado, meio ambiente de trabalho (ruído excessivo, máquinas e equipamentos inadequados), falha na vigilância médica, falhas no sistema de refrigeração por amônia, falta de depósito de FGTS e indenização compensatória de 40% e irregularidades no pagamento de férias. Natali pede uma indenização de R$ 73,4 milhões aos trabalhadores da unidade.

 

Além da indenização por danos morais, o MPT-PR requer liminarmente o atendimento das demandas e regularização das situações apontadas em prazos que variam entre o imediato e 12 meses. Para os descumprimentos, pede multas entre R$ 5 mil e R$ 10 mil para cada obrigação descumprida, multiplicada pelo número de empregados afetados pelo seu descumprimento. O frigorífico abate diariamente em torno de 350 mil frangos.

 

De acordo com a fiscalização do Ministério do Trabalho, a Big Frango deixou de efetuar depósitos do FGTS entre os meses de agosto de 2013 e dezembro de 2014, causando prejuízos a sete mil trabalhadores. Somente em relação a esse período fiscalizado, o débito para com o FGTS totalizou R$ 5.840.469,55.


A ação decorre da Operação Grande Escolha, força-tarefa coordenada pelo MPT de 12 a 15 de maio deste ano e que envolveu também o Ministério do Trabalho, INSS, Receita Federal e Advocacia Geral da União e teve apoio da Polícia Militar e acompanhamento do Sindicato dos Trabalhadores da Alimentação de Rolândia e Confederação Nacional dos Trabalhadores da Alimentação. Na época, o MT lavrou 80 autos de infração e interditou mais de 50 máquinas, além de diversos setores da Big Frango.

 

DOAÇÕES ELEITORAIS

 

O grupo JBS-Friboi foi o maior doador das eleições de 2014. Dono de um faturamento de R$ 120 bilhões apenas em 14, a empresa doou R$ 366,8 milhões para campanhas políticas no ano passado. No Paraná, os agraciados foram a Senadora Gleisi Hoffmann (PT), candidata ao governo (R$ 8,6 milhões) e o também candidato ao governo Roberto Requião (PMDB), que ficou com R$ 900 mil. Ambos foram derrotados ainda no primeiro turno pelo governador reeleito Beto Richa (PSDB).

Notícias Relacionadas